Telegram

URGENTE - Telegram diz que não há indícios de invasão por hackers

Moro e Dallagnol dizem que foram vítimas de hackers que invadiram seus celulares

11/06/2019 13h46
Por: Folha
Fonte: Carta Capital
Foto Reprodução
Foto Reprodução

O “Telegram”, aplicativo de mensagens que Moro utilizava para conversar com os integrantes do MPF, se posicionou na manhã desta terça-feira 11 sobre o vazamento do conteúdo dessas conversas.  Segundo uma resposta dada a um usuário pelo Twitter, não indícios que houve uma invasão no sistema do aplicativo.

“Não há evidência de nenhuma invasão. É mais provável que tenha sido malware (vírus) ou alguém que não esteja usando uma senha de verificação em duas etapas

Nas conversas, divulgadas pelo site The Intercept Brasil, os integrantes das investigações contra a corrupção combinavam estratégias, trocavam informações dos bastidores dos processos e anunciavam decisões antes de serem julgadas.

A polícia federal, o Ministério Público e os envolvidos no caso alegam que os celulares que tinham essas conversas no aplicativo foram hackeados, o que inviabiliza usar o diálogo como prova em um processo criminal ou diciplinar. Cabe agora a polícia federal investigar como esse diálogo foi descoberto e divulgado.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Brasília - DF
Atualizado às 04h42
15°
Alguma nebulosidade Máxima: 27° - Mínima: 13°
15°

Sensação

4 km/h

Vento

82%

Umidade

Fonte: Climatempo
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias