Sérgio Moro

‘Sérgio Moro não é servidor público. A sua licença, portanto, é ilegal’, denuncia deputado

Do Twitter do deputado Paulo Pimenta:

Barbudinho

BarbudinhoLuiz Henrique Barbudinho, é ativista digital e político, especialista em marketing e redes sociais, é um dos administradores de uma das maiores redes progressistas do Brasil, com alcance superior a 60 milhões de usuários ao mês. Ficou conhecido nacionalmente e internacionalmente depois de ter invadido uma transmissão ao vivo da Rede Globo com uma placa chamando a emissora de "golpista".

09/07/2019 15h09
Por: Redação
Fonte: Com informações do Brasil 247

“Sérgio Moro NÃO é servidor público. O cargo de ministro de Estado se encaixa no que a legislação denomina de AGENTE POLÍTICO, função que não é regulada pela lei 8.112/1990. A sua licença, portanto, é ILEGAL. Nenhuma novidade em se tratando de @SF_Moro”.

Moro roubou as atenções gerais, ao anunciar que vai tirar uma semana de licença, de 15 a 19 de julho, sem explicar os motivos, no auge dos vazamentos das maracutaias da Lava Jato.

O despacho de Bolsonaro autorizando a licença de Moro foi publicada no Diário Oficial de ontem (08).

Segundo um assessor do ministro, “a licença já estava planejada desde que o ministro assumiu”, informa o UOL.

Como assim? Tudo que cerca Moro parece estranho e nebuloso aos simples mortais. Por não ter ainda direito a férias, depois de apenas seis meses de serviço, o ministro tirou uma licença não remunerada.

Assim como não deu satisfações sobre sua repentina viagem aos Estados Unidos, após os primeiros vazamentos, sem divulgar a agenda, agora também não se sabe se ele ficará no país ou para onde ele pretende ir.

As últimas revelações do The Intercept Brasil, em parceria com a Folha, mostraram o interesse de Moro na situação política da Venezuela, algo que, à primeira vista, não deveria dizer respeito às atividades de um juiz de primeira instância em Curitiba. Vai saber…

1comentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias