Jaina Paschoal

Janaína Paschoal: Decisão de Toffoli pró Flávio Bolsonaro é “derrota na guerra contra a corrupção”

A deputada estadual, que chegou a ser cotada para vice de Bolsonaro, afirmou que "não é hora de ficar de partidarismo". "Parem com essa xaropada de direita e esquerda, temos que preservar as instituições"

16/07/2019 15h10
Por: Folha
Fonte: Revista Forúm
Foto Reprodução
Foto Reprodução

Advogada, artífice do golpe parlamentar – que chegou a ser cotada a ser vice na chapa de Jair Bolsonaro nas eleições – e atual deputada estadual pelo PSL em São Paulo, Janaína Paschoal reagiu com indignação à decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, que acatou pedido do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) e suspendeu todos os processos que envolvem dados compartilhados pelo Coaf.

Para Janaína, a decisão avulsa de Toffoli é uma derrota na “guerra contra a corrupção”.

“Ainda é cedo para avaliar, mas a decisão prolatada pelo Ministro Toffoli, na data de hoje, pode significar uma derrota considerável na guerra contra a corrupção e um primeiro passo para anular processos e até condenações. Preocupante!”, tuitou.

Recorrendo ao tema várias vezes em menos de uma hora, a deputada afirmou ainda que “não é hora de ficar de partidarismo”. “Parem com essa xaropada de direita e esquerda, temos que preservar as instituições!”, tuitou.

A advogada ainda questionou o impacto jurídico relacionado à dimensão da decisão do presidente do Supremo, sem questionar “a defesa, que deve mesmo levantar todas as teses em prol de seu cliente”.

“Muitos inquéritos em trâmite na Polícia Federal se iniciaram por representações ministeriais oriundas de notificações do COAF e da Receita Federal. Se entendi bem a decisão do Ministro vai parar tudo”, tuitou.

2comentários
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias