Amazônia

VÍDEO- JN mostra que Bolsonaro quer abafar dados de desmatamento na Amazônia

O telejornal da Globo divulgou uma reportagem onde revela o interesse do presidente em receber os dados sobre o desmatamento da Floresta antes que sejam divulgados, em uma evidente tentativa de esconder os números reais da destruição

Barbudinho

BarbudinhoLuiz Henrique Barbudinho, é ativista digital e político, especialista em marketing e redes sociais, é um dos administradores de uma das maiores redes progressistas do Brasil, com alcance superior a 60 milhões de usuários ao mês. Ficou conhecido nacionalmente e internacionalmente depois de ter invadido uma transmissão ao vivo da Rede Globo com uma placa chamando a emissora de "golpista".

22/07/2019 21h26Atualizado há 4 meses
Por: Redação
Fonte: Com informações do G1

Assista à reportagem no final da matéria.

No encontro com jornalistas estrangeiros, na última sexta-feira (19), Bolsonaro disse que são mentirosos os dados oficiais do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, o Inpe, que mostram o aumento do desmatamento da Amazônia nos últimos meses. O presidente afirmou suspeitar que o diretor do instituto esteja "a serviço de alguma Ong". Neste sábado, o diretor do Inpe, Ricardo Magnus Osório Galvão, rebateu as críticas do presidente, disse que os ataques de Bolsonaro são uma piada e que causam indignação.

“A minha primeira reação sobre essa entrevista coletiva do presidente Bolsonaro foi de uma surpresa enorme, grande indignação. Ele tem um comportamento como se estivesse falando em botequim, uma conversa de botequim. E isso me assustou muito, a maneira como ele fez. Ele fez acusações indevidas a pessoas do mais alto nível da ciência brasileira, não estou dizendo só eu, mas muitas outras pessoas. Até no final da entrevista eu mencionei que ele diz que nenhum dos ministros de Ciência e Tecnologia anteriores ao seu governo faziam uma diferenciação entre gravidez e lei da gravidade. Isso é uma piada de um garoto de 14 anos que não cabe a um presidente da República fazer. Esses dados sobre desmatamento da Amazônia, feitos pelo Inpe, começaram já em meados da década de 70 e, a partir de 1988, nós temos a maior série histórica de dados de desmatamento de florestas tropicais, respeitada mundialmente. Mas eu não vou tomar isso pessoalmente, porque eu acho, honestamente, que isso faz parte de um esquema que já estava sendo formado para me queimar, da mesma forma, e eu vou repetir a palavra, sem nenhum receio, pusilânime, que ele fez com o Joaquim Levy, de fazer uma acusação em público esperando que a pessoa se demita. Eu não vou me demitir”, afirmou.

O Planalto afirmou que não vai se pronunciar.

Veja a reportagem:

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias