Primeira-dama

Escândalo a que se referiu Bolsonaro indicaria Michelle como gerente do caixa 2 da família

Primeira-dama foi flagrada pelo Coaf com um depósito de 24 mil reais feito em sua conta por Fabrício Queiroz e esta não seria a única transferência feita para ela, a partir de recursos que não têm origem comprovada

01/09/2019 15h28
Por: Redação
Fonte: Revista Fórum

Por Joaquim de Carvalho, do DCM

No PSL, a apreensão é grande depois que Jair Bolsonaro disse, no início da semana, que está para estourar um escândalo que atingirá alguém próximo dele. Esta pessoa, segundo confidenciou a amigos um deputado federal do partido, seria Michelle Bolsonaro. A esposa do presidente seria uma espécie de gerente do caixa 2 gerado com dinheiro desviado dos gabinetes dos parlamentares.

“Não adianta fazer essa campanha pesada contra minha pessoa, contra minha família. Agora contra que tá do meu lado também, que está para estourar um problema aí… Problema não, uma falsa acusação a uma pessoa importante que tá do meu lado. [É] o tempo todo assim”, afirmou Bolsonaro.

Michelle Bolsonaro foi flagrada pelo Coaf com um depósito de 24 mil reais feito em sua conta pelo notório Fabrício Queiroz. Esta não seria a única transferência feita para ela, a partir de recursos que não têm origem comprovada.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias