Jair Bolsonaro

QUE FEIO: Bolsonaro mentiu na campanha para atrair eleitores dizendo que NÃO iria recriar a CPMF

O novo imposto nos moldes da extinta CPMF está sendo combatido de todos os lados. São fortes os sinais de que a proposta de Bolsonaro e Guedes, embutida na reforma tributária, vai enfrentar resistência em diversos setores

11/09/2019 11h01
Por: Redação

São fortes os sinais de que o imposto vai enfrentar resistência em diversos setores, informa a coluna Painel da Folha de S.Paulo.  

É generalizada a opinião no Congresso Nacional, a julgar pela reação de líderes do centrão, de que não há clima para aprovar a  criação da nova CPMF, depois de o próprio Bolsonaro ter anteriormente criticado a medida.   

Segundo a coluna, o governador do DF, Ibaneis Rocha, que coordena o fórum de governadores, é contra a proposta.   

Entre os prefeitos a opinião é de que a nova CPMF prejudicaria os mais pobres. Esta é a posição da Frente Nacional dos Prefeitos.   

Para o prefeito de Campinas, Jonas Donizette, que preside a FNP, ao recriar o tributo, o governo deixaria de promover a simplificação tributária. Ele também indaga se os recursos arrecadados serão divididos com estados e municípios.

MENTIRA

Em setembro de 2018, em plena campanha eleitoral, Jair Bolsonaro deixou claro que não iria recriar CPFM porque “ninguém aguenta pagar mais imposto”.

Veja:

1comentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias