Moro

'Exaurido', Moro deixará o governo se Bolsonaro derrubar diretor da PF, diz revista da Globo

Isolado no Planalto, Moro estaria cada dia mais incomodado, inclusive com o linguajar de Bolsonaro, e disposto a abrir mão do cargo e, consequentemente, da indicação para uma cadeira no STF

13/09/2019 09h18
Por: Folha
5.367
Foto Reprodução
Foto Reprodução

Coluna de Guilherme Amado, na revista Época, da Rede Globo, afirma que, “exaurido”, o ministro da Justiça, Sergio Moro, deixará o governo, caso Jair Bolsonaro derrube do comando da Polícia Federal, o delegado Maurício Valeixo, alçado pelo ex-juiz à direção do órgão após longa parceria na Lava Jato. Bolsonaro já teria escolhido, inclusive, um general para substituir Moro.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

Segundo o jornalista, Moro está isolado no Planalto e “sente-se especialmente desconfortável com o linguajar de Bolsonaro sobre uma série de assuntos”, mas estava disposto a levar adiante seu trabalho no ministério para que pudesse colher os frutos em um futuro próximo: a cadeira negociada com Bolsonaro no Supremo Tribunal Federal (STF).

Porém, Moro estaria “exaurido” com o processo de fritura realizado pelo próprio chefe, que o vê como potencial adversário nas eleições presidenciais de 2022. Bolsonaro teria visto até “um lado positivo” na Vaza Jato, pois faria com que Moro dependeria ainda mais do Planalto.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.