Quarta, 22 de maio de 2019
51993949307
Opinião

09/02/2019 às 16h50 - atualizada em 09/02/2019 às 17h35

Redação

Porto Alegre / RS

Kennedy: Carteira de Trabalho verde e amarela pode gerar menos renda e mais pobreza
O jornalista Kennedy Alencar afirma que “a Carteira de Trabalho verde e amarela pode agravar algo que aconteceu nos últimos anos com a crise econômica brasileira: reduzir a renda da população como um todo, gerar um empobrecimento maior dos que ganham menos
Kennedy: Carteira de Trabalho verde e amarela pode gerar menos renda e mais pobreza
Montagem: 247

O jornalista Kennedy Alencar, em sua coluna no IG, afirma que "a Carteira de Trabalho verde e amarela pode agravar algo que aconteceu nos últimos anos com a crise econômica brasileira: reduzir a renda da população como um todo, gerar um empobrecimento maior dos que ganham menos". 


"E isso pode tirar ainda mais dinheiro da roda que gira a economia", constata. 



"O ministro Paulo Guedes (Economia) disse que pretende enviar a proposta desta Carteira de Trabalho verde e amarela no bojo da reforma da Previdência. Seria acoplada ao novo sistema previdenciário de capitalização, no qual cada trabalhador faria depósitos numa conta pessoal para garantir a sua futura aposentadoria", relata. 


Segundo aponta o jornalista, "nessa Carteira de Trabalho verde e amarela, o jovem trabalhador poderia abrir mão de direitos previstos na Constituição, como férias, 13º salário e FGTS (Fundo de Garantia Por Tempo de Serviço)". 


Alencar reproduz a linha de pensamento do ministro da Economia; "Guedes argumenta que, com menos encargos trabalhistas, os empresários estariam dispostos a gerar mais emprego. Assim, quem optar por essa nova modalidade de contrato de trabalho teria uma renda e não um lugar na fila do desemprego.


"Ou seja, o trabalhador teria de escolher entre ter direitos ou um emprego, precário, no caso, na comparação com os contratos pela Carteira de Trabalho azul, aquela regrada pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e por direitos assegurados na Constituição". 

FONTE: Brasil 247

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium