Papa

Papa irá se reunir com governadores da Amazônia; Bolsonaro fica de fora

Papa Francisco atendeu a pedido dos governadores da Amazônia Legal e marou para 28 de outubro a 1ª Cúpula dos Governadores dos Estados da Pan Amazônia. Jair Bolsonaro, que tem atacado o Sínodo da Amazônia, não foi convidado; ficará de fora

11/10/2019 15h31
Por: Folha
Arquivo Web
Arquivo Web

 O Vaticano marcou para o dia 28 de outubro a 1ª Cúpula dos Governadores dos Estados da Pan Amazônia. Jair Bolsonaro não foi convidado para o encontro. A reunião é resultado de uma articulação entre a Igreja Católica, através da Repam (Rede Eclesial Pan-Amazônica), e dos governadores de toda a região. 

O encontro, com a presença do Papa Francisco, foi marcado depois de um pedido conjunto dos governadores de estados brasileiros que formam a chamada Amazônia Legal. A cúpula será realizada um dia após o encerramento do Sínodo, na Pontifícia Academia de Ciências do Vaticano.O encontro acontecerá sob o tema  “Caminhos e Compromissos para o Desenvolvimento Sustentável da Amazônia”.

O Sínodo tem receibo ataques sistemáticos do governo Bolsonadro e de fundamentalistas tantp ecangélicos como católicos. O Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência, comandado pelo ministro general Augusto Heleno, estabeleceu uma rede de coleta de informações sobre o Sinodo,.

Os países da Pan Amazônia são Brasil, Colômbia, Equador, Bolívia, Peru, Venezuela, Guianas e Suriname. Nove estados brasileiros integram a Amazônia Legal: Acre, Amapá, Pará, Amazonas, Rondônia, Roraima e parte de Tocantins, Mato Grosso e Maranhão.

Quase todos os representantes brasileiros já confirmaram presença ao evento.

Boa parte dos governadores deve criticar a desastrosa política ambiental imposta pelo governo Bolsonaro. 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias