Porteiro

‘Eu acredito no porteiro’, grupo no Facebook foi criado para defender o porteiro do condomínio de Bolsonaro

Solicite acesso ao grupo no link abaixo: Ativistas e parlamentares criaram um grupo no Facebook para defender o porteiro do condomínio Vivendas da Barra, local onde mora Bolsonaro e um dos milicianos responsáveis pelo assassinato de Marielle Franco

Barbudinho

BarbudinhoLuiz Henrique Barbudinho, é ativista digital e político, especialista em marketing e redes sociais, é um dos administradores de uma das maiores redes progressistas do Brasil, com alcance superior a 60 milhões de usuários ao mês. Ficou conhecido nacionalmente e internacionalmente depois de ter invadido uma transmissão ao vivo da Rede Globo com uma placa chamando a emissora de "golpista".

02/11/2019 17h53
Por: Redação
Fonte: O Globo

Acesse o grupo no Facebook “Eu acredito no Porteiro” clicando aqui

A perícia do Ministério Público do Rio que contrapôs o depoimento do porteiro do condomínio Vivendas da Barra na investigação da morte da vereadora Marielle Franco foi concluída às pressas, um dia após a veiculação da reportagem do Jornal Nacional que revelou as declarações do profissional que trabalhava na guarita. A informação consta do processo sobre o crime, cujo sigilo foi retirado. A perícia também é incompleta por ter analisado somente os áudios que foram gravados em um CD do condomínio, e não o computador original que poderia apontar eventuais adulterações. O risco foi apontado em reportagem publicada pela ‘Folha de S.Paulo’.

Acesse o grupo no Facebook “Eu acredito no Porteiro” clicando aqui

O depoimento do porteiro envolveu o nome do presidente Jair Bolsonaro nas investigações. Ele disse que um dos suspeitos de ter assassinado Marielle, Élcio de Queiroz, dissera na portaria, no dia do crime, que iria à casa do então deputado. Mas os aúdios periciados mostram que o visitante foi anunciado para a casa de Ronnie Lessa, o outro suspeito. O Jornal Nacional mostrou na reportagem que Bolsonaro estava em Brasília.

Porteiro

Na manhã da última quarta-feira, 30/10, o deputado Rogério Correia (PT-MG) apresentou requerimento na Comissão de Trabalho da Câmara Federal, pedindo proteção para o porteiro do condomínio Vivendas da Barra, onde mora a família de Jair Bolsonaro (PSL-RJ), no Rio de Janeiro.

O parlamentar solicita a inclusão do porteiro no Programa Federal de Assistência e Proteção a Vítimas e Testemunhas (Provita).

Nesse sentido, ele requer que a comissão encaminhe à ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, a solicitação (na íntegra, ao final).

O requerimento só deve ser votado na próxima semana.

“Temo muito pela vida dele e, o destempero demonstrado pelo presidente na live após saber da notícia, denota que a denúncia é grave”, diz o parlamentar mineiro.

Acesse o grupo no Facebook “Eu acredito no Porteiro” clicando aqui

1comentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias