Eletrobras

Bolsonaro inicia hoje desmonte para privatização da Eletrobras

Um ofício foi encaminhado à estatal pelo Ministério de Minas e Energia anunciando a privatização

05/11/2019 13h22
Por: Folha
Foto Reprodução
Foto Reprodução

Depois que Jair Bolsonaro declarou que a probabilidade de deixar o PSL é de 80% para migrar para uma sigla nova, os ânimos entre membros do partido se afloraram e deputados que antes buscavam conciliação com o presidente agora pedem sua expulsão. Parlamentares vão levar o pedido ao presidente nacional da legenda, Luciano Bivar, ameaçando tirar apoio caso o líder não colabore com o processo.

A declaração mais recente de Bivar sobre a expulsão de Bolsonaro não é das mais convincentes. Em entrevista à GloboNews, o presidente da legenda disse que “nem passa pela cabeça” expulsar Bolsonaro, e que tal decisão cabe somente a ele.

Enquanto isso, membros do partido seguem no pé de guerra com o presidente da República e seus aliados, defendendo a quebra do sigilo do cartão corporativo do presidente. De acordo com Daniela Lima, da Folha de S.Paulo, deputados argumentam que falta isonomia ao presidente, que critica a sigla e exige a devassa nas contas do partido, mas mantém em segredo seus gastos com alimentação e transporte.

A ala da legenda também lembra que, quando deputado, Bolsonaro reivindicava transparência no uso da verba presidencial. Ainda, há quem estude recorrer ao Ministério Público Federal para pedir formalmente a descrição dos gastos do Palácio do Planalto.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias