Guedes

Guedes apresenta pacote de maldades com pulseira com versículo do Apocalipse: “Diante da morte, não amaram a própria vida”

O versículo é uma versão aprofundada daquele normalmente citado por Bolsonaro - João 8:32, "E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará" - e é usado normalmente por evangélicos para referendar a defesa até a morte daquilo que consideram ser a verdade

06/11/2019 09h14
Por: Folha
Arquivo Web
Arquivo Web

Durante a apresentação do chamado Pacto Federativo, o novo pacote de maldades do governo Jair Bolsonaro – que, entre as medidas, propõe acabar com o Fundo de Amparo do Trabalhador (FAT), o ministro da Economia, Paulo Guedes, usou uma pulseira azul com o versículo 12:11 do livro do Apocalipse.

“Eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do testemunho que deram; diante da morte, não amaram a própria vida”, diz o texto bíblico conclamado por Guedes durante visita ao Congresso.

O versículo é uma versão aprofundada daquele normalmente citado por Bolsonaro – João 8:32, “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” – e é usado normalmente por evangélicos para referendar a defesa até a morte daquilo que consideram ser a verdade.

Economista, Guedes é sócio do irmão Gustavo Guedes na Nol Web Services, empresa que possui diversos sites de relacionamento, entre eles o “Romance Cristão”, direcionado ao público evangélico.

Ao fazer inscrição como homem, o site automaticamente restringe a busca a mulheres — e vice-versa. Na página, que também tem um aplicativo para Android e iOS, a maior ênfase é na possibilidade de união entre duas pessoas que têm em comum a religiosidade.

Existe até um campo para preencher a frequência com que o usuário vai à igreja. Segundo o site, a maior participação no aplicativo é de fiéis da Assembleia de Deus, com 22% dos usuários. Em seguida vêm os da Igreja Batista, com 14%; os da Adventista do Sétimo Dia, com 12%; e os da Igreja Universal do Reino de Deus, com 11%.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias