Segunda, 13 de Julho de 2020
51993949307
Geral Paulo Paim

‘PT poderia ter apoiado Ciro Gomes em 2018’, afirma Paulo Paim

Paim, eleito o melhor senador do ano pelos jornalistas que cobrem o Congresso Nacional, avalia que o PT deveria ter ampliado seu leque de alianças, talvez mesmo abrindo mão de encabeçar a disputa eleitoral, em nome de um projeto maior.

12/11/2019 11h31 Atualizada há 8 meses
Por: Redação Fonte: Erick Mota, Congresso em Foco
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O senador Paulo Paim (PT-RS) avalia que não apenas seu partido mas o país poderia viver hoje uma situação melhor se os caminhos adotados na última eleição presidencial fossem outros.

Nesta entrevista, que foi dada com exclusividade para a Revista Congresso em Foco, Paim, eleito o melhor senador do ano pelos jornalistas que cobrem o Congresso Nacional, avalia que o PT deveria ter ampliado seu leque de alianças, talvez mesmo abrindo mão de encabeçar a disputa eleitoral, em nome de um projeto maior.

Continua depois da publicidade

Nomes como Eduardo Campos (PSB) em 2014 ou Ciro Gomes (PDT) em 2018 deveriam, segundo ele, ter sido considerados. Para o futuro, o petista segue pregando a necessidade dessa aliança. E alerta: a reforma da Previdência, promulgada nesta terça-feira (12), é a “maior crueldade” já cometida contra o povo brasileiro. Nas últimas semanas, Ciro tem elevado o tom dos ataques ao ex-presidente Lula, solto na última sexta-feira. Em entrevista exclusiva ao Congresso em Foco, o pedetista chamou Lula de “enganador profissional” e o responsabilizou pela "tragédia" que o país vive.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias