Terça, 18 de Janeiro de 2022
51993949307
Geral PDT

PDT decide não dar legenda para Tabata Amaral e candidatos que militem em movimentos paralelos

O deputado federal e presidente do PDT do Rio Grande do Sul, Pompeo de Mattos, confirmou a decisão do partido no Twitter.

22/11/2019 23h41 Atualizada há 2 anos
Por: Redação
A deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) - divulgação
A deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) - divulgação

Por Fernando Mendonça - @CiraoCarioca

Na reunião do Diretório Nacional do PDT que ocorreu nesta sexta-feira (22) no Rio de Janeiro, os integrantes decidiram sanções sobre os parlamentares que não seguiram a orientação do partido em relação a Reforma da Previdência e também sobre o envolvimento de militantes com movimentos paralelo como “Acredito” e “RenovaBR”.

Continua depois da publicidade

Os membros do diretório deliberaram por não permitir militância dupla, decisão que atinge Tabata Amaral, integrante do Movimento Acredito.

O deputado federal e presidente do PDT do Rio Grande do Sul, Pompeo de Mattos, confirmou a decisão em seu Twitter:

Continua depois da publicidade

“Por decisão do Diretório Nacional o PDT não dará legenda pra concorrer a candidatos com dupla militância. Esses movimentos só servem pra burlar a legislação partidária/eleitoral e facilitar o financiamento empresarial dos candidatos. Depois de eleitos seguem o seu patrão”, disse.

Veja:

A comissão de ética nacional do PDT abriu processos disciplinares contra os oito parlamentares pró-Previdência em julho, logo após a votação do tema no plenário da Câmara dos Deputados.

Todos eles foram suspensos de funções partidárias por 90 dias e passaram a correr o risco de serem punidos com advertência e até expulsão, como prevê o estatuto da legenda.

No mês passado, a executiva nacional do PDT anunciou que os dissidentes já haviam cumprido a suspensão, mas afirmou que a palavra final sobre possíveis sanções seria dada na reunião que ocorreu nesta sexta-feira 

Continua depois da publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Barbudinho
Sobre Barbudinho
Luiz Henrique Barbudinho, é ativista digital e político, especialista em marketing e redes sociais, é um dos administradores de uma das maiores redes progressistas do Brasil, com alcance superior a 60 milhões de usuários ao mês. Ficou conhecido nacionalmente e internacionalmente depois de ter invadido uma transmissão ao vivo da Rede Globo com uma placa chamando a emissora de "golpista".
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias