Jornal Nacional

JN divulga cassação de senadora que foi apoiada por Bolsonaro por corrupção durante a campanha

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou a cassação do mandato da senadora Selma Arruda (Podemos-MT), ex PSL, pela prática de abuso de poder econômico e caixa dois nas eleições de 2018.

11/12/2019 23h19
Por: Redação

A corte determinou o afastamento da senadora após a publicação do acórdão, e a convocação de novo pleito pelo Tribunal Regional Eleitoral do Mato Grosso para a escolha de novo representante do Estado no Senado.

Ex-juíza, Selma Arruda ficou conhecida como "Moro de Saia" por seu forte discurso de combate à corrupção, sendo comparada com o também ex-magistrado e atual ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

Selma Arruda se torna a primeira senadora cassada pelo TSE na atual Legislatura.

Em nota após a decisão, a senadora disse que "vontades políticas" prevaleceram e que ela "sofreu as consequências pelas ações desempenhadas durante sua atuação na magistratura de Mato Grosso".

Assista a reportagem do JN:

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias