Ministro da Educação

Weintraub tira férias – de novo – e não deve voltar em 2020

Ministro da Educação entra em férias nesta sexta-feira (13) pela segunda vez em menos de um ano e deve deixar o comando da pasta. Eduardo Bolsonaro já estaria levantando nomes para o cargo

12/12/2019 12h15
Por: Redação
Fonte: Revista Fórum

Da Revista Fórum: O ministro da Educação, Abraham Weintraub, está limpando as gavetas para começar o segundo período de férias nesta sexta-feira (13) em menos de um ano no cargo e, tudo indica, não deve retornar ao posto em 2020.

Segundo reportagem de Renata Cafardo, no site do Estadão, nomes ligados ao ministro foram exonerados nos últimos dias e, segundo fontes ouvidas pela jornalista, Weintraub está se despedindo do cargo.

Nesta quinta-feira, a jornalista Priscila Costa e Silva, uma de suas principais assessoras, foi exonerada. Alexandre Lopes, presidente do Instituto Nacional de Pesquisas e Estudos Educacionais do MEC, também já teria deixado o posto.

Na semana passada, dois coordenadores da área de Alfabetização do MEC, Renan Sargiani e Josiane Toledo Silva, também deixaram o MEC.

Segundo fontes da jornalista, especializada na área de Educação, Weintraub é malvisto tanto pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, quanto pelo secretário geral da Presidência, Jorge Antonio de Oliveira Francisco, que avaliam que suas polêmicas são desnecessárias e prejudicam a governo.

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) também já teria pedido a cabeça de Weintraub e estaria pedindo indicações a colegas para assumir a pasta.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias