Sexta, 14 de Agosto de 2020
51993949307
Geral China

China diz que EUA devem frear sua “aventura militar” no Oriente Médio

Entre as grandes potências do planeta, a que mais tardou em expressar uma posição mais contundente sobre o tema foi a China, que declarou que "Estados Unidos e demais partes interessadas devem exercer a moderação"

06/01/2020 14h26
Por: Folha Fonte: Revista Forum
Arquivo Web
Arquivo Web

O ataque lançado pelo Pentágono na última quinta-feira (2), que assassinou o general iraniano Qassem Soleimani, continua sendo o grande tema da agenda política internacional.

Entre as grandes potências do planeta, a que mais tardou em expressar uma posição mais contundente sobre o tema foi a China. Embora tenha condenado a ação desde o primeiro dia, o país evitou criticar mais fortemente os Estados Unidos, como fez nesta segunda-feira (6), através de um comunicado no qual afirma esperar “que os Estados Unidos saibam frear essa aventura militar no Oriente Médio, para evitar uma escalada de tensão nessa região.

Continua depois da publicidade

A declaração foi difundida por Geng Shuang, porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores da China, que completou dizendo que o país solicita que “os Estados Unidos e demais partes interessadas devem exercer a moderação, com o fim de prevenir uma maior confrontação, e em vez disso, podem tomar medidas para restabelecer um diálogo, que permita reduzir as contradições”.

Além do assassinato de Soleimani, o Pentágono também foi responsável por outro ataque em terras iraquianas, que acabou com a vida de 12 pessoas, entre o líder das Forças de Mobilização Popular, Abu Mahdi al Muhandis.

Continua depois da publicidade

Em resposta, o presidente do Irã, Hassan Rohani, assegurou que seu país “e outros que buscam a liberdade na região vingarão” a morte de Soleimani, considerado um herói nacional. Por sua parte, o presidente estadunidense Donald Trump, anunciou que “estabeleceu 52 alvos no Irã, alguns de alto nível para a cultura local, e que podem ser golpeados de forma rápida e muito dura”.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias