Desigualdade

FMI muda de postura e propõe subir impostos dos mais ricos para reduzir a desigualdade

A ideia foi defendida em artigo assinado pela diretora do organismo, a economista búlgara Kristalina Georgieva. Contudo, ela também pede que tal medida seja aplicada com cautela e 'sem sacrificar o crescimento econômico'

10/01/2020 15h43
Por: Folha
Fonte: Revista Forum
Arquivo Web
Arquivo Web

Um artigo escrito pela economista-chefe do FMI (Fundo Monetário Internacional) está dando o que falar na Europa e nos Estados Unidos. No texto, Kristalina Georgieva alerta sobre a necessidade de agir com urgência contra o problema da desigualdade social. Entre as medidas que ela enumera para resolver a questão, está a sempre resistida “elevação dos impostos às grandes fortunas”.

O artigo – cujo título é “reduzir a desigualdade para gerar oportunidades” – está disponível no site do FMI, e defende que “a desigualdade de oportunidades entre gerações, a desigualdade entre mulheres e homens, e é claro, as desigualdades de renda e de riqueza, todas estão presentes em nossas sociedades e, infelizmente, estão aumentando em muitos países (…) é um dos desafios mais problemáticos da economia global. A boa notícia é que temos as ferramentas necessárias para enfrentar esses problemas, sempre que tenhamos vontade”.

A solução, segundo Georgieva, “é repensar as políticas fiscais e a tributação progressiva. A tributação progressiva é um componente essencial de uma política fiscal eficaz. Nossos estudos mostram que é possível elevar as alíquotas tributárias marginais no topo da distribuição de renda sem sacrificar o crescimento econômico”.

Além disso, a economista búlgara também afirma que “a capacidade de aumentar os gastos sociais também é essencial para cumprir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias