Rio de Janeiro

Bolsonaro ignora crise no Rio e diz que Crivella 'comprovou que saúde funciona'

No mês passado, o prefeito suspendeu todos os pagamentos do município, atingindo diretamente os atendimentos do setor

16/01/2020 13h10
Por: Folha
Arquivo Web
Arquivo Web

O presidente Jair Bolsonaro elogiou nesta quinta-feira (16) o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos), por sua política de saúde na capital fluminense. O ex-capitão ignorou, no entanto, a grave crise no sistema de saúde da cidade, com greve de funcionários e redução na oferta de serviços nos últimos meses.

“Ele diz que a Globo, por exemplo, o tempo todo diz que a saúde não funcionava no Rio. E ele comprovou que funcionava, com atendimentos. Ele fala isso para mim, entre outras coisas”, afirmou Bolsonaro, alegando que o prefeito relatou em reunião na quinta-feira (15) bons resultados nos atendimentos da capital.

Sobre o encontro, Bolsonaro disse que foi “amistoso”. “Ele fala dos problemas do Rio. O que tiver no nosso alcance, não só de interesse dele, qualquer prefeito a gente vai buscar atender. É uma conversa amistosa”, afirmou.

A prefeitura da cidade do Rio deixou de investir, nos últimos três anos, mais de R$ 2 bilhões no setor. No mês passado, Crivella suspendeu todos os pagamentos do município, afetando diretamente os serviços de saúde.

A pedido do Ministério Público do Rio e da Defensoria Pública do Estado, a Justiça também proibiu a prefeitura de transferir recursos da saúde para outras contas da administração municipal afetadas por bloqueio judicial.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias