MEC

Em mais um erro, MEC assume que vazou listas do Sisu e tenta consertar: Não é oficial

Sob o comando de Abraham Weintraub, ministério da Educação vazou as listas do Sisu na manhã desta terça-feira, quando alguns alunos conseguiram acesso. Processo está suspenso por decisão judicial após erros na aplicação do Enem

28/01/2020 14h59
Por: Folha
Fonte: Revista Forum
1.652
Arquivo Web
Arquivo Web

Em mais um erro desde a aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o Ministério da Educação, sob o comando de Abraham Weintraub, vazou as listas do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) por alguns minutos no site na manhã desta terça-feira (28), quando alguns alunos puderam acessar os documentos.

Indagado sobre o caso pelo portal G1, o MEC admitiu o vazamento, mas diz que não representa o resultado oficial, já que o processo está suspenso por decisão judicial.

“O Ministério da Educação informa que as listas do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2020 visualizadas, por alguns minutos, na manhã desta terça-feira (28), não representam o resultado oficial. Em razão de decisão judicial, a divulgação do resultado final continua suspensa”, diz a nota enviada ao site.

O resultado do Sisu está embargado por decisão liminar da Justiça de São Paulo, depois que um erro da gráfica Valid, contratada pelo Inep para imprimir as provas do Enem, quase 6 mil candidatos ficaram com notas mais baixas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas
Anúncio