Regina Duarte

Bolsonaro diz que Regina Duarte 'vai poder trocar quem ela quiser' na Secretaria da Cultura

Presidente afirmou que conversou com atriz sobre cultura 'sem viés de esquerda' e 'para o povo de maneira geral'

28/01/2020 17h02
Por: Folha
Fonte: O Globo
Arquivo Web
Arquivo Web

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira que a atriz Regina Duarte terá liberdade para "trocar quem ela quiser" na Secretaria Especial da Cultura,  caso aceite o convite para comandar o órgão.

Bolsonaro disse que pode haver uma definição da situação na quarta-feira, e afirmou que Regina está "tomando pé da situação" porque irá virar "vidraça" se assumir o cargo.

Maitê Proença: 'Muita gente da classe apoia a Regina Duarte, mas não tem coragem de vir a público'

— Regina Duarte. Talvez amanhã (confirme). Amanhã temos um encontro com os sertanejos, vou ligar para ela agora à tarde. Ela está tomando pé da situação, porque vira vidraça. Já um montão de coisa acontece. Se ela tem disposição realmente, para mim seria excepcional, acho até que para ela, tem a oportunidade de mostrar realmente como fazer cultura no Brasil. Ela tem realmente conhecimento do que vai fazer. Precisa de gente com gestão ao seu lado. Tem cargo para isso, ela vai poder trocar quem ela quiser lá, sem nenhum problema. Tem tudo para dar certo — disse Bolsonaro, ao chegar ao Palácio da Alvorada, após retornar de viagem à Índia.

Entenda: Conheça as opiniões de Regina Duarte sobre temas essenciais da Cultura

Na semana passada, o GLOBO antecipou que a atriz teria "carta branca. O presidente contou que falou com Regina sobre o que fazer na área e afirmou que a ideia é uma cultura "sem o viés de esquerda" e "para o povo de maneira geral":

— Conversei com ela sobre como tratar a questão da cultura no Brasil sem o viés de esquerda que tinha, só dava minoria. Nós queremos uma cultura para o povo de maneira geral.

'Bacana': No Instagram, Regina Duarte compartilha vídeo crítico ao 'marxismo cultural'

O presidente ainda disse que o ex-secretário Roberto Alvim, demitido após copiar trechos de um discurso nazista, é "página virada":

— Não queira me empurrar para cima do Alvim, você não vai conseguir. Alvim é página virada, agora é Regina Duarte.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas