Bolsonaro

Bolsonaro se nega a falar com jornalistas após assassinato de miliciano ligado ao filho Flávio

Bolsonaro disse que há 'uma série de problemas no Brasil', mas alegou que não conversaria com os repórteres porque sua fala seria 'deturpada'

10/02/2020 11h48
Por: Folha
Arquivo Web
Arquivo Web

Mostrando nervosismo e com o semblante sério, Jair Bolsonaro avisou que não conversaria com os jornalistas na manhã desta segunda-feira (10) ao deixar o Palácio da Alvorada, como faz todos os dias. O presidente disse que há “uma série de problemas no Brasil”, mas alegou que não conversaria com os repórteres porque sua fala seria “deturpada”.

“Pessoal, tem uma séria de problemas no Brasil, gostaria de compartilhar com vocês, mas como será deturpado e isso acabará dificultando a solução, então lamento, mas não vou falar nada com vocês, tá bom?”, disse.

Bolsonaro ainda fez questão de chamar, mais uma vez, a atenção dos jornalistas por não “transmitirem a verdade”.

“O dia que vocês, com todo respeito, transmitirem a verdade será muito salutar em conversar meia hora com vocês”, afirmou, saindo logo após, apoiado por apoiadores.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas