Bolsa Família

Bolsonaro emperra Bolsa Família e 1 milhão estão na fila à espera do benefício

Uma a cada três das cidades mais pobres do país não teve acesso a novos auxílios nos últimos cinco meses

10/02/2020 17h31
Por: Folha
Fonte: Folha de São Paulo
Arquivo Web
Arquivo Web

A redução no orçamento do Bolsa Família para 2020, aprovado pelo governo neoliberal de Jair Bolsonaro no final do ano passado, fez com que as regiões mais carentes do Brasil ficassem sem acesso ao programa. Uma a cada três das cidades mais pobres do país não teve novos auxílios liberados nos últimos cinco meses. Com isso, cerca de 1 milhão de famílias estão na fila para ingressarem no programa.

O orçamento aprovado para o programa em 2020 é de R$ 30 bilhões, mesma quantidade gasta com o programa no ano passado. Contudo, na prática, isso representou corte no Bolsa Família, pois não há correção pela inflação. 

Com isso, a fila de espera, que havia sido extinta em julho de 2017, voltou e não há previsão para ser novamente zerada. O Bolsa Família tem enfrentado, sob o governo Bolsonaro, o período mais longo de baixo índice de cobertura de novos beneficiários da história do programa.

Osmar Terra

Partidos da oposição querem que o ministro da Cidadania, Osmar Terra, responsável pelo comando Bolsa Família, vá ao Congresso dar explicações sobre os cortes do programa e aumento da fila de espera.

Terra era ministro do Desenvolvimento Social durante o governo de Michel Temer (MDB). Em 2017, ele celebrava o marco de ter zerado a fila do programa pela primeira vez.

Deputados do PSOL apresentaram, na sexta-feira (7), um requerimento para convocar o ministro a um debate no plenário sobre o assunto. Se a convocação for aprovada, Terra é obrigado a comparecer. Já no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP) deve apresentar nesta terça (11) um requerimento de convite para Terra explicar a redução no atendimento do programa.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas