Bolsonaro

Bolsonaro elogia Trump um dia depois dos EUA retirarem privilégios comerciais do Brasil

O Brasil e cerca de 20 outros países foram retirados da lista de 'países em desenvolvimento', permitindo que Trump aplique novas barreiras comerciais

12/02/2020 09h38
Por: Folha
569
Arquivo Web
Arquivo Web

Um dia depois de os Estados Unidos retirarem o Brasil da lista de nações consideradas em desenvolvimento, o presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido-RJ), voltou a exaltar, nesta terça-feira (11), o chefe de estado americano, Donald Trump. 

Em conversa com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada, Bolsonaro perguntou o motivo pelo qual “Trump é tão criticado pela imprensa nos Estados Unidos”.

“O cara [Trump] diminuiu o desemprego, melhorou a economia, atendeu os latinos que já estão lá… Será que notícia boa a imprensa não vende? Será que é isso?”, interpelou.

Após a rápida conversa, Bolsonaro foi questionado por jornalistas sobre a decisão de retirar o país da lista de nações em desenvolvimento. Bolsonaro, no entanto, recusou-se a responder.

Brasil e outros 20 países

Com objetivo de afetar economicamente a China, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tomou uma decisão nesta segunda-feira (10) que afeta os interesses econômicos do Brasil. Apesar de ser visto pelo governo Bolsonaro como um grande aliado, essa não é a primeira vez que o estadunidense toma decisões que afetam o país sem se preocupar com os impactos.

O Brasil e cerca de 20 outros países foram retirados da lista de “países em desenvolvimento”, permitindo que Trump aplique novas barreiras comerciais.

“Ridículo”

O jornal britânico The Guardian ridicularizou, em sua edição deste sábado (8), o fato do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) publicar um vídeo de si mesmo assistindo ao discurso do presidente americano Donald Trump.

De acordo com o jornal, “mais de 4.000 milhas ao Sul, no coração do próprio pântano político do Brasil, Bolsonaro se sentou para assistir – filmando-se vendo o discurso de Trump durante uma hora e oferecendo comentários ocasionais para a câmera, saudando seu herói norte-americano ou repreendendo inimigos na política e na imprensa”.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas
Anúncio