Quarta, 15 de Julho de 2020
51993949307
Geral Paulo Guedes

Empregada doméstica desafia Guedes: Vamos ver quem entende mais de economia

"Essa empregada doméstica que você critica paga impostos e sustenta você, seu parasita", dispara Fábia Cristina

14/02/2020 11h25
Por: Folha Fonte: Revista Forum
Arquivo Web
Arquivo Web

A empregada doméstica Fabia Cristina Santos gravou um vídeo em resposta ao ministro da Economia, Paulo Guedes, que criticou a categoria na quarta-feira (12) ao dizer que, com o dólar baixo, as empregadas iam à Disneylândia e era uma “festa danada”. Fabia chama o ministro de “falso economista” e o desafia para ver quem entende mais sobre o assunto.

“Isso aí não me surpreende. O governo dele foi contra a PEC das empregas domésticas, e graças a ela hoje eu posso almoçar, sentar, fazer hora extra, e Bolsonaro sempre foi contra”, começou Fabia.

Continua depois da publicidade

“Então, Paulo Guedes, vamos fazer uma reunião com as empregadas domésticas pra ver quem entende mais de economia. Você está destruindo o nosso país. Essa empregada doméstica que você critica paga impostos, sustenta você, seu parasita, sustenta a sua família, sustenta o seu presidente”, continuou.

Fabia prossegue e diz que, nos governos de Dilma e Lula, os pobres tinham mais acesso e oportunidades. “Essa empregada doméstica que você criticou, na época de Lula e de Dilma, realmente pode ir pra Disney, eu conheço pobre que foi pra Disney. Mas, não foi na sua época. Tenho vergonha de saber que o meu país tem um falso economista”, criticou.

Continua depois da publicidade

A fala preconceituosa de Guedes foi feita durante o Seminário de Abertura do Ano Legislativo da Revista Voto, em Brasília. “Não tem negócio de câmbio a R$ 1,80. Vamos importar menos, fazer substituição de importações, turismo. [Era] todo mundo indo para a Disneylândia, empregada doméstica indo para a Disneylândia, uma festa danada”, disparou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias