Sábado, 24 de Outubro de 2020
51993949307
Geral Cid Gomes

Vídeo - Vereador bolsonarista diz que se estivesse em Sobral, atiraria para matar Cid Gomes

Vereador Bombeiro Batista do PSD da cidade de Gravataí, região metropolitana do Rio Grande do Sul, usou a tribuna em sessão plenária nesta quinta-feira (20) para incitar ódio e violência contra o senador licenciado Cid Gomes (PDT-CE).

20/02/2020 18h37 Atualizada há 8 meses
Por: Redação
Vereador Bombeiro Batista e senador Cid Gomes (Montagem)
Vereador Bombeiro Batista e senador Cid Gomes (Montagem)

O vereador Bombeiro Batista (PSD) demonstrou desconhecer completamente o que ocorreu em Sobral, no Ceará, local onde o senador licenciado, Cid Gomes, irmão do ex-presidenciável Ciro Gomes, foi alvejado. 

No seu discurso, entre tantos outros absurdos, o parlamentar disse que se estivesse no local, atiraria para matar o senador. 

Continua depois da publicidade

Assista:

Continua depois da publicidade

Vereador Bombeiro Batista é declarado bolsonarista, veja alguns exemplos:

Continua depois da publicidade

Continua depois da publicidade


Homens encapuzados em viaturas da PM circularam pelo centro de Sobral ameaçando os comerciantes para que fechassem o comércio.

Em reação, o senador licenciado que já foi prefeito de Sobral foi de avião para sua cidade natal e foi recebido por militantes e autoridades no aeroporto em ato contra o motim dos policiais militares.

Continua depois da publicidade

Os PMs realizavam manifestação quando foram confrontados por Cid Gomes que dirigia uma retroescavadeira para romper um bloqueio montado pelos amotinados. Momento em que os tiros foram disparados.

Em greve, polícias não deveriam portar armas de fogo.

Minutos antes de subir na retroescavadeira, Cid utilizou um megafone para se comunicar com os grevistas e deu um prazo para que eles deixassem o local.

— Vocês tem cinco minutos para pegar os seus parentes, as suas esposas, os seus filhos e sair daqui em paz. Cinco minutos, nenhum a mais — disse o senador.

O ex-ministro Ciro Gomes, irmão de Cid, se manifestou no Twitter sobre o ocorrido . Ele afirmou que o senador "foi vítima de dois tiros de arma de fogo por parte de policiais militares amotinados e mascarados" e que "as informações médicas são de que as balas não atingiram órgãos vitais apesar de terem mirado seu peito esquerdo". Ciro disse ainda que espera que as autoridades responsáveis "apresentem prontamente os marginais que tentaram este homicídio bárbaro às penas da lei".

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Barbudinho
Sobre Barbudinho
Luiz Henrique Barbudinho, é ativista digital e político, especialista em marketing e redes sociais, é um dos administradores de uma das maiores redes progressistas do Brasil, com alcance superior a 60 milhões de usuários ao mês. Ficou conhecido nacionalmente e internacionalmente depois de ter invadido uma transmissão ao vivo da Rede Globo com uma placa chamando a emissora de "golpista".
Ele1 - Criar site de notícias