Coronavírus

Para cada paciente notificado de coronavírus há 15 casos não rastreados, informa presidente do Einstein

Ainda segundo ele, o auge da epidemia no Brasil deve ocorrer no início de abril

19/03/2020 15h07Atualizado há 2 semanas
Por: Folha
Fonte: Brasil247
Arquivo Web
Arquivo Web

Auge da epidemia do coronavírus no Brasil deve ocorrer no início de abril, informa o Presidente do Hospital Albert Einstein, cirurgião Sidney Klajner, em entrevista ao jornal Estado de S. Paulo. Para ele, "é muito importante que as pessoas se conscientizem da importância de permanecer em casa" para desacelerar a propagação do vírus.

Ele avalia que o Einstein está preparado para enfrentar a doença. O hospital conta com 600 leitos que podem ser usados no atendimento, sendo 100 deles leitos de UTI. O hospital saltou de 12 casos de suspeitas, há dois dias, com quatro confirmações da covid-19, para 45 internações, 21 confirmados, hoje, com sete pacientes na UTI, afirma.

Para Klajner, a situação tende a se agravar com um aumento significativo de casos em duas semanas. Ainda afirma que a “subnotificação dos casos" é um grande problema no país. O médico afirma que para cada caso notificado da doença hoje, existem outros 15 infectados sem diagnóstico, “pelo fato de muitos casos serem assintomáticos, como pode ocorrer com as crianças, por exemplo".

Um diagnóstico da Covid-19 levar cerca de três horas e custa em torno de R$ 150. "Mas a testagem, porém, por causa do aumento súbito no volume dos casos, depende de indicação médica", alertou Klajner. "Chegamos a ter, nos últimos dias, 2 mil testagens. Mas restringimos a testagem aos pacientes com indicação médica", explicou. Há atrasos na confirmação dos diagnósticos, por conta do volume de pessoas na fila.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas