Coronavírus

Coronavírus: Brasil já segue ritmo da Itália e até próxima terça-feira serão 3 mil infectados, diz estudo

Casos confirmados no Brasil vêm dobrando a cada 54 horas, mesma curva observada no início da pandemia na Itália, país que já conta com pelo menos 4 mil mortes em decorrência da doença

20/03/2020 18h12Atualizado há 2 semanas
Por: Redação
Fonte: Revista Fórum
Presidente Jair Bolsonaro com máscara durante coletiva Foto: ADRIANO MACHADO / REUTERS
Presidente Jair Bolsonaro com máscara durante coletiva Foto: ADRIANO MACHADO / REUTERS

Se o Brasil mantiver o ritmo diário de infectados pelo novo coronavírus, em pouco tempo o país pode atingir as proporções catastróficas da Itália, nação que, atualmente, é que mais vem sendo castigada pela pandemia.

Um estudo realizado pelo Observatório do Covid-19 Brasil, formado por físicos da USP, Unicamp, Unesp, UnB, UFABC, Berkley (EUA) e Oldenburg (Alemanha), mostra que os casos de pessoas confirmadas com coronavírus no Brasil vêm dobrando a cada 54 horas – mesma curva observada no início da pandemia na Itália.

Até essa sexta-feira (20), foram registradas na Itália pelo menos 4 mil mortes e 47 mil casos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus. Já o Brasil, que entrou há pouco tempo em contato com a doença, tinha 621 casos confirmados até quinta-feira (19), de acordo com última atualização do Ministério da Saúde, e pelo menos 8 mortes até esta sexta-feira.

De acordo com o estudo do Observatório, o Brasil deve chegar a 3 mil infectados até a próxima terça-feira (24) .

Veja:

“Uma forma de acompanhar a epidemia é seguir o tempo de duplicação dia a dia. Se as ações de contenção surtirem efeito, vamos observar o tempo de duplicação aumentar. Esta é uma forma de saber se estamos conseguindo ‘domar’ o coronavírus”, afirmou ao portal G1 o professor Roberto Kraenkel, do Instituto de Física Teórica da Unesp.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas