Mandetta

Contra coronavírus, Mandetta recomenda chá, canja de galinha e reza

'Vocês acham que eu ando descalço e vou abrir a geladeira? Jamais. Eu calço uma meia. Eu não pego golpe de ar', disse o ministro

26/03/2020 15h27
Por: Folha
Fonte: Revista Forum
Arquivo Web
Arquivo Web

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse em entrevista coletiva virtual nesta quarta-feira (25) que existem outras medidas “alternativas” de prevenção ao coronavírus. De acordo com ele, chá, canja de galinha, não andar descalço, não pegar “golpe de ar” e rezar são alguns conselhos que funcionam.

“As pessoas me perguntam: chá é bom? Minha avó falou para mim que é. Vocês vão me ver tomando chá. Eu estou tomando xícara de chá direto. Falaram para mim que é bom. Mal não faz. Canja de galinha é bom? Minha mãe falou para mim que é bom. Todo dia eu tomo uma canja”, disse o ministro, que também é médico.

Mandetta disse ainda que os conselhos são da época em que ainda não havia remédio para gripe, mas garante que funcionam. “Vocês acham que eu ando descalço e vou abrir a geladeira? Jamais. Eu calço uma meia. Eu não pego golpe de ar. Eu ponho um casaquinho para ficar quietinho. Nós estamos assim. Eu não bebo gelado, porque isso é o que a gente sabe que funciona, porque é o que a gente aprendeu com nossos pais numa época que tinha gripe e não existia remédio”, continuou.

“No mais, oração é bom? Me perguntaram outro dia: as igrejas devem estar abertas, devem estar fechadas? Que fiquem abertas, só não se aglomerem, mas rezem, orem. Fé é um elemento de melhora da alma, do espírito. Os pastores, padres, preguem pela televisão, pela internet. As pessoas precisam. Façam suporte telefônico”, finalizou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas