Segunda, 01 de Junho de 2020
51993949307
Geral Carlos Bolsonaro

Carluxo ganha sala no Palácio do Planalto: ‘brinquedoteca do ódio’

A decisão de Bolsonaro de levar o filho 02 ao Planalto criou um clima de apreensão e caça às bruxas na ala "técnica" de combate ao coronavírus e em parte dos militares, que vêem a formação de um governo paralelo para condução da crise causada pela pandemia

03/04/2020 23h24
Por: Folha
Carluxo ganha sala no Palácio do Planalto: ‘brinquedoteca do ódio’

A decisão de Jair Bolsonaro de abrigar o filho, o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), em uma sala ao lado da sua, no terceiro andar do Palácio do Planalto tem sido motivo de preocupação e ironia dos militares alçados ao governo.

“O palácio agora vai ganhar brinquedoteca?”, disse um dos militares, de forma anônima, à coluna Radar, da revista Veja.

Comandando a desastrosa comunicação do pai diante da pandemia do Coronavírus, Carlos Bolsonaro vai ocupar a sala do olavista Filipe Martins, assessor especial da Presidência, que está sendo alocado no quarto andar do Planalto.

A decisão de Bolsonaro de levar o filho 02 ao Planalto criou um clima de apreensão e caça às bruxas na ala “técnica” de combate ao coronavírus e em parte dos militares, que vêem a formação de um governo paralelo para condução da crise causada pela pandemia – e aprofundada pelo presidente.

Responsável pelo desastroso pronunciamento em que Bolsonaro voltou a chamar o coronavírus de “gripezinha”, Carlos Bolsonaro teria se trancado com o pai para produzir a fala que foi ao ar nesta terça-feira (31), em tom mais conciliador.

No entanto, em publicação na manhã desta quarta-feira (1º), Bolsonaro voltou a atacar governadores e deu mostras que é o filho quem está no comando das suas redes.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias