Segunda, 01 de Junho de 2020
51993949307
Geral Robô do Bolsonaro

‘Professora’ que pediu militares nas ruas fez vídeo viral ‘eu sou robô do Bolsonaro’

Nessa sexta-feira (3), internautas recuperam um vídeo que viralizou na campanha presidencial de 2018, nele se percebe a semelhança entre Fátima e uma das apoiadoras que participaram do vídeo. Assista.

04/04/2020 00h12
Por: Folha
‘Professora’ que pediu militares nas ruas fez vídeo viral ‘eu sou robô do Bolsonaro’

Acusada em redes sociais de fazer diante do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) um desabafo falso sobre suas dificuldades financeiras, Fátima Dantas Montenegro, 52, diz que não mentiu ao se descrever como uma professora particular desamparada na crise do coronavírus.

Nessa sexta-feira (3), internautas recuperam um vídeo que viralizou na campanha presidencial de 2018. 

Nas imagens diversos apoiadores ironizavam notícias de que Bolsonaro e grandes empresários financiavam robôs na internet para defender Bolsonaro, atacar opositores e espalhar notícias falsas. 

Internautas perceberam a grande semelhança entre Fátima e uma das apoiadoras que aparecem no vídeo imitando robôs e dizendo ser ‘robô do Bolsonaro’. 

Confira o vídeo abaixo:

Entenda:  

O presidente Jair Bolsonaro publicou um vídeo em suas redes sociais nesta quinta-feira (2) que mostra o pedido de uma professora pelo fim do isolamento social em meio à pandemia do coronavírus. Além de militante bolsonarista, a mulher em questão é empresária e dá aulas de caligrafia.

Fátima Montenegro é dona da empresa Caligrafia ABZ, que ensina caligrafia técnica para adultos e crianças. Em postagem no Facebook, Fátima faz propaganda de seu serviço e escorrega nos erros gramaticais: “2a fase da OAB, cocurso, vestibular, estudantes, satisfação pessoal…. Seja qual for o seu objetivo. Aprenda escrever, com quem, realmente, entende. Curso com a Prof Fátima Montenegro”.

A empresária também participou dos atos do dia 15 de março convocados por Bolsonaro para fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal (STF). Em uma das fotos, Fátima aparece segurando uma faixa que diz: “Câmara, Senado, STF e a grande imprensa estão contra o Brasil”.

As redes sociais da empresária mostram uma pessoa ativa nos atos bolsonaristas. Em vídeo publicado em janeiro deste ano, Fátima aparece ao lado de colegas bolsonaristas durante um ato em Brasília e diz que vai protestar em frente ao Supremo Tribunal Federal (STF).

“Estamos aqui neste evento maravilhoso, nesse momento histórico. Morra de inveja, resistência, petralhas. Vão para a casa do chapéu. Estamos felizes e vamos para o STJ, quer dizer, STF! Daqui a pouco”, diz, ao confundir os tribunais.

No vídeo compartilhado por Bolsonaro, a professora diz estar passando necessidade junto aos filhos por conta do isolamento social. Ela pede ao presidente para colocar o “Exército na rua” e abrir o comércio.

“É difícil para o senhor porque só tem gente para derrubar. Mas, o senhor tem o povo e eu faço parte dele. Eu tô aqui pedindo: põe o Exército na rua, presidente, abra esse comércio. Sou professora e não estou podendo dar aula”, diz a mulher, diante de um Bolsonaro estático em sua frente.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias