Sábado, 29 de Janeiro de 2022
51993949307
Esportes Ramadã

Covid-19 interrompe obras dos estádios da Copa 2022 e suspende celebração do Ramadã no Catar

Período sagrado para os muçulmanos começa na próxima quinta, mas os templos no Catar estão fechados. Técnico de time local, Xavi faz campanha por isolamento

23/04/2020 02h09
Por: Redação Fonte: Globo
Catari anda no gramado do estádio Al Baytm em Doha, durante fase final das obras para a Copa do Mundo 2022, em dezembro passado — Foto: GIUSEPPE CACACE / AFP
Catari anda no gramado do estádio Al Baytm em Doha, durante fase final das obras para a Copa do Mundo 2022, em dezembro passado — Foto: GIUSEPPE CACACE / AFP

Obras que chegaram a ter três turnos, revezando-se por 24 horas, estão paradas. O silêncio nos canteiros das construções no Catar tem nome: covid-19. A determinação do Governo local veio depois que operários dos estádios da Copa do Mundo 2022 testaram positivo para o novo coronavírus.

Vários trabalhadores apresentaram sintomas da doença, sendo que oito foram confirmados com covid-19 após exames. Eles trabalham na construção dos estádios Al Thoumama, Al Rayyan e Al Bayat, três dos sete novos que estão sendo erguidos para a Copa do Mundo 

Continua depois da publicidade

O mundial terá oito estádios e vai acontecer entre novembro e dezembro de 2022. De acordo com o Comitê Organizador da Copa, os operários infectados têm acompanhamento médico gratuito e continuam recebendo salários. Fifa e responsáveis pelo torneio do Catar não quiseram avaliar possíveis atrasos por causa da interrupção das obras.

Há uma preocupação com o número de contaminações entre os trabalhadores que também atuam nas obras de infra-estrutura do país, também suspensas. A maioria é de origem asiática e vive em regiões periféricas de Doha, como a Asian Town, bairro onde moram aproximadamente 50 mil imigrantes.

Continua depois da publicidade

Paraguaio piloto de avião entre as vítimas

Sete das 10 pessoas que morreram até agora de covid-19 no Catar são imigrantes. Segundo o Ministério da Saúde do país, as vítimas são da Índia e Bangladesh, na Ásia, de Uganda, na África, e um sul-americano, o paraguaio Wilhelm Harder, de 56 anos, piloto de avião que trabalhava na Qatar Airways.

- A maioria dos novos casos registrados hoje é de trabalhadores migrantes, a maioria dos quais foi sujeita a precaução de quarentena depois que se descobriu que estavam em contato com casos confirmados - informa um comunicado divulgado pelo Ministério da Saúde do Catar

Continua depois da publicidade

O Catar iniciou uma quarentena parcial ainda no fim de fevereiro, com suspensão de aulas em escolas, universidades e o fechamento de lojas. O governo intensificou o isolamento em março, quando eventos públicos foram cancelados, inclusive no esporte.

Liga de futebol suspensa

A liga nacional de futebol, a Qatar Stars League, foi interrompida no dia 7 de março, a cinco rodadas do fim. O Al Duhail lidera o campeonato. O atual campeão, o Al Saad, comandado pelo ex-jogador do Barcelona e da seleção espanhola Xavi está na terceira posição.

Continua depois da publicidade

Xavi entrou em acordo com o clube e concordou em reduzir parte do salário durante a pandemia. Pelas redes sociais, tem incentivado as pessoas a ficarem em casa, além de participar de campanhas sociais, como a que arrecada doações para o Hospital Clínico de Barcelona, um dos locais de referência para o tratamento contra o covid-19 na Catalunha.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias