Segunda, 10 de Agosto de 2020
51993949307
Política Bolsonaro

Pela primeira vez desde 2017, Bolsonaro perde seguidores e popularidade nas redes

A demissão do ministro Sérgio Moro fez o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) perder seguidores nas sociais pela primeira vez desde setembro de 2017. Até esta sexta-feira, 24, o mandatário não havia registrado um dia sequer de baixa.

25/04/2020 20h06
Por: Folha
Pela primeira vez desde 2017, Bolsonaro perde seguidores e popularidade nas redes

No intervalo de seis horas, entre o pronunciamento do ex-ministro e a coletiva de imprensa do presidente, Bolsonaro e seus filhos – Carlos, Eduardo e Flávio – foram deixados por 86.427 contas. O presidente foi o mais impactado. Às 15h20, 48.473 mil perfis já tinham saído das suas redes. Os dados são da consultoria Bites, que começou a acompanhar as publicações de Jair Bolsonaro no Twitter, Instagram, Facebook e Youtube desde o dia 1.º de setembro de 2017.

(…) De acordo com a consultoria, na medição feita às 20h, a base de Bolsonaro havia sofrido uma redução de 0,12%. As postagens com hashtags (palavras-chave) negativas sobre o presidente Jair Bolsonaro somaram 773 mil tuítes às 18h de sexta. Os usuários únicos que publicaram mensagens contra o mandatário superaram o recorde do dia 24 de março, quando houve o pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão. Foram 331.658 perfis nesta sexta contra 247 mil no dia 24.

Continua depois da publicidade

(…)

 

Continua depois da publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias