Sábado, 24 de Outubro de 2020
51993949307
Opinião Jair Bolsonaro

Bolsonaro está com medo de impeachment, por isso a batalha judicial para não mostrar exames de Covid-19

Assista ao vídeo abaixo

05/05/2020 15h22 Atualizada há 6 meses
Por: Redação
Bolsonaro está com medo de impeachment, por isso a batalha judicial para não mostrar exames de Covid-19

Por que Bolsonaro está travando uma guerra judicial para não mostrar o resultado dos exames de covid-19?

Clique aqui e assista ao vídeo. Se inscreva no canal do YouTube e nos ajude a fortalecer nossa luta contra o governo fascista e corrupto de Jair Bolsonaro.

Continua depois da publicidade

Tudo começou quando a Presidência da República se recusou a fornecer os dados ao Estadão/Broadcast via Lei de Acesso à Informação, argumentando que elas "dizem respeito à intimidade, vida privada, honra e imagem das pessoas, protegidas com restrição de acesso".

Continua depois da publicidade

Só que Bolsonaro não é apenas um cidadão comum. Ele preside uma nação! E além disso ele é o principal negacionista do coronavírus e promove aglomerações toda a semana! Como é que este exame não é de domínio público? É óbvio que ele deveria mostrar esses resultados sem titubear. Algo extremamente simples. Calaria a boca da imprensa, inclusive.

Por que ele não mostra? Porque se ele contraiu a doença, ele deve ter infectado muita gente e será responsabilizado por muitas mortes.

É muito provável que ele tenha contraído e mentido sobre ter testado negativo para o novo coronavírus. Praticamente toda a comitiva que viajou com ele para os Estados Unidos foi infectado pela doença.

Continua depois da publicidade

Em entrevista à GloboNews O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso acredita que caso o presidente Jair Bolsonaro descumpra qualquer decisão judicial poderia ser considerado culpado pelos "crimes comum de desobediência e de responsabilidade, passível de impeachment".

Isso talvez justifique o motivo de Bolsonaro ter travado essa guerra judicial para não mostrar os exames.

Depois de tanta pressão e já sem saber o que dizer a respeito, Bolsonaro resolveu mudar a versão, e na semana passada, na rádio Guaíba ele falou que “talvez” tenha sido contaminado pelo novo coronavírus. Depois de ter negado insistentemente em apresentar seus exames e insistir que seu resultado foi negativo, “Eu talvez já tenha pegado esse vírus no passado, talvez, talvez, e nem senti”, assumiu o presidente.

Continua depois da publicidade

A justiça não aceitou o relatório médico apresentado pela Advocacia-Geral da União, que mostrava resultados clínicos do presidente, e determinou um prazo de 48 horas para que os exames de Bolsonaro fossem apresentados. O prazo final terminava no domingo dia 03 e se não fosse cumprido haveria uma multa de R$ 5 mil por dia. 

Mas aí uma desembargadora chamada Mônica suspendeu o prazo para analisar um novo recurso da AGU num prazo de 5 dias.

A verdade é que Bolsonaro está todo cagado. Como disse o Barroso, se ele não mostrar os exames, isso é passível de impeachment. Parece bobagem, mas é muito mais grave do que se imagina, ainda mais diante da pandemia de coronavírus.

Veja bem, o cara é o maior irresponsável do planeta no combate à pandemia, ser taxado como um dos líderes mundiais que disseminou o vírus porque mentiu que não estava infectado não é uma mentira qualquer, isso é um crime! É assassinato em massa! Se comprovado que ele mentiu e foi infectado, impeachment só não basta. Ele precisa ir pra cadeia.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias