Segunda, 25 de Maio de 2020
51993949307
Geral Governo Bolsonaro

Bolsonaro diz aportou R$ 250 bilhões para desconto em conta de luz e foram, na verdade, R$ 900 milhões

O Ministério da Economia destinou R$ 900 milhões ao programa, mas o presidente citou um valor bem maior, de R$ 250 bilhões.

19/05/2020 11h36 Atualizada há 6 dias
Por: Folha Fonte: DCM
Arquivo Web
Arquivo Web

O presidente Jair Bolsonaro usou, nesta terça-feira, 19, sua conta no Twitter para divulgar ações do governo no combate aos efeitos da pandemia do novo coronavírus no País, mas acabou inflando os valores destinados ao programa Tarifa Social, que dá descontos na conta de luz para famílias de baixa renda. 

O Ministério da Economia destinou R$ 900 milhões ao programa, mas o presidente citou um valor bem maior, de R$ 250 bilhões.

Segundo a postagem de Bolsonaro, seriam “R$ 250 bilhões liberados para cobrir os descontos do Programa tarifa social que garantem (sic) desconto para famílias de baixa renda na conta de luz”.

No início de abril, o governo editou uma Medida Provisória (MP) para prever que o Tesouro ajude a pagar a conta de luz das pessoas de baixa renda, por até três meses, desde que o consumo seja de no máximo 220 kWh. Na prática, famílias que têm desconto entre 10% e 65% de acordo com as regras do programa Tarifa Social passarão, nestes três meses, a ter desconto de 100%.

Esses descontos adicionais é que serão bancados com o aporte do Tesouro, no valor de R$ 900 milhões.

(…)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias