Terça, 26 de Maio de 2020
51993949307
Geral PF

Bebianno confirmou vazamento da PF a Flávio Bolsonaro

De acordo com o jornal, Bebianno teria contado a história com a mesma riqueza de detalhes da narrativa feita agora pelo empresário Paulo Marinho, suplente de Flávio Bolsonaro.

20/05/2020 14h45
Por: Folha Fonte: Conversa Afiada
Arquivo Web
Arquivo Web

O ex-ministro Gustavo Bebianno, que morreu em março, já tinha revelado a autoridades que um delegado da Polícia Federal tinha vazado informações de investigações que envolviam Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), ao filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na época da campanha eleitoral.

A informação é de Mônica Bergamo, da Folha.

De acordo com o jornal, Bebianno teria contado a história com a mesma riqueza de detalhes da narrativa feita agora pelo empresário Paulo Marinho, suplente de Flávio Bolsonaro.

Segundo Marinho, os policiais teriam segurado a operação, então sigilosa, para que ela não ocorresse no meio do segundo turno, prejudicando assim a candidatura de Bolsonaro.

Em entrevista à Folha, Marinho disse que um delegado-informante teria aconselhado ainda Flávio a demitir Queiroz e a filha dele, que trabalhava no gabinete de deputado federal de Jair Bolsonaro em Brasília.

Os dois foram exonerados naquele período —mais precisamente, no dia 15 de outubro de 2018.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias