Terça, 26 de Maio de 2020
51993949307
Geral Investigação

Celso de Mello autoriza depoimento de Paulo Marinho no inquérito que envolve Bolsonaro

De Isabela Camargo e Filipe Matoso na GloboNews e G1.

23/05/2020 12h44
Por: Redação
O empresário Paulo Marinho e o presidente Jair Bolsonaro - Foto (montagem)
O empresário Paulo Marinho e o presidente Jair Bolsonaro - Foto (montagem)

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), atendeu a um pedido da Procuradoria Geral da República (PGR) e autorizou o depoimento do empresário Paulo Marinho no inquérito que apura se o presidente Jair Bolsonaro tentou interferir na Polícia Federal.

O pedido da PGR foi feito no último dia 17, e Celso de Mello autorizou o depoimento nesta sexta (22). Pela decisão, Paulo Marinho deverá ser ouvido na próxima terça (26), às 9 horas, na superintendência da PF no Rio de Janeiro.

Um dos principais aliados de Bolsonaro na campanha eleitoral de 2018, Paulo Marinho disse ao jornal “Folha de S.Paulo” que o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho de Bolsonaro, foi avisado com antecedência por um delegado da PF sobre a deflagração da Operação Furna da Onça.

A operação levou à prisão de diversos parlamentares do estado do Rio, em novembro de 2018. A defesa de Flávio Bolsonaro nega a acusação. O chefe do senador, Miguel Angelo Grillo, também será ouvido na quarta (27), em Brasília.

O inquérito no qual será incluído o depoimento do empresário foi aberto por Celso de Mello em 27 de abril, a pedido da PGR.

Por favor, clique aqui e se inscreva no nosso canal no YouTube. Precisamos fortalecer nossa luta contra o governo fascista de Bolsonaro.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias