Terça, 14 de Julho de 2020
51993949307
Geral Witzel

Witzel: o que aconteceu comigo acontecerá com outros "inimigos"

''Flávio Bolsonaro deveria estar preso''

26/05/2020 14h50
Por: Folha Fonte: Conversa Afiada
Arquivo Web
Arquivo Web

Horas depois de ser alvo da Operação Placebo, deflagrada pela Polícia Federal nesta terça-feira 26/V, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), fez um pronunciamento no Palácio Laranjeiras.

Ele classificou a operação como “desproporcional” e chamou a investigação de “fantasiosa”. Na fala aos jornalistas, ele voltou a criticar o presidente Jair Bolsonaro e disse que quem deveria estar na cadeira é o senador Flávio Bolsonaro.

Continua depois da publicidade

Disse Witzel:

"Não foram encontrados valores, não foram encontrados joias. Se encontrou, foi apenas a tristeza de um homem e de uma mulher pela violência com que esse ato de perseguição política está se iniciando no nosso país. O que aconteceu comigo vai acontecer com outros governadores que forem considerados inimigos. Narrativas fantasiosas, investigações precipitadas, um mínimo de cuidado na investigação do processo penal, levaria aos esclarecimentos necessários. Ao contrário, o que se vê na família do presidente Bolsonaro é a Polícia Federal engavetar inquéritos e vaza informações. O senador Flávio Bolsonaro, com todas a provas que já temos contra ele, que já estão aí sendo apresentadas, dinheiros em espécie depositado em conta corrente, lavagem de dinheiro, bens injustificáveis, ele já deveria estar preso. Esse sim".

Continua depois da publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias