Sexta, 10 de Julho de 2020
51993949307
Geral Jornal Nacional

JN: Além de ter mentido sobre doutorado, novo Ministro da Educação é suspeito de plágio em tese do mestrado

Assista ao vídeo abaixo

27/06/2020 22h14
Por: Redação Fonte: DW
Foto: GloboPlay
Foto: GloboPlay

O novo ministro da Educação, Carlos Alberto Decotelli, é suspeito de lançar mão de plágio em seu trabalho de mestrado na FGV. A suspeita surgiu neste sábado (27/06), um dia após o reitor de uma universidade argentina negar que o professor tenha título de doutor da instituição, como Decotelli sustentava, já que ele teve sua tese de doutorado reprovada.

Decotelli é acusado de copiar outras obras sem dar os créditos devidos, ao escrever sua dissertação de mestrado, defendida em 2008 na FGV.

Continua depois da publicidade

Indícios de plágio foram encontrados pelo professor universitário Thomas Conti, Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper), que afirma que a dissertação de Decotelli contém passagens inteiras de um relatório administrativo do Banrisul na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), sem qualquer tipo de citação ou referência bibliográfica.

Conti divulgou o achado em sua conta no Twitter, onde publicou trechos comparando a dissertação e o relatório da CVM.

Continua depois da publicidade

O professor universitário afirmou à revista Época que decidiu investigar o mestrado do novo ministro depois de ver discrepâncias no resumo em inglês da dissertação exibido numa foto do texto postada nas redes sociais.

Ao pesquisar por trechos no Google, ele achou semelhanças com o relatório da CVM. Numa comparação dos dois documentos através de um software, foram encontradas 4.200 palavras idênticas, o correspondente a 12,6% do material.

Uma reportagem do UOL apurou que o trabalho de mestrado do ministro da Educação contém outros quatro trechos copiados de dissertações de mestrado e de textos acadêmicos.

Continua depois da publicidade

As passagens em questão, segundo a colunista do portal Constanza Rezende, não estão entre aspas, algo obrigatório em trabalhos acadêmicos no caso de citações. Também não há referência imediata aos autores dos textos originais, que só são citados na bibliografia, ao final do trabalho da monografia.

Assista ao vídeo:

Continua depois da publicidade

Por favor, clique aqui e se inscreva no nosso canal no YouTube. Precisamos fortalecer nossa luta contra o governo fascista de Bolsonaro.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias