Sábado, 08 de Agosto de 2020
51993949307
Geral Fantástico

Vídeo - Fantástico esculhamba com desembargador que tentou dar carteiraço em guarda municipal

Assista ao vídeo abaixo

19/07/2020 23h59
Por: Redação Fonte: G1
Foto: reprodução GloboPlay
Foto: reprodução GloboPlay

Eduardo Siqueira é desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo. Ele foi abordado no sábado (18) na praia de Santos - litoral paulista - pela guarda municipal porque não estava usando a máscara. Desde o dia primeiro de maio é obrigatório o uso de máscaras na cidade e faz parte do trabalho da guarda municipal fiscalizar e autuar toda pessoa que não cumprir a regra.

O secretário de segurança pública de Santos - de quem Eduardo diz ter recebido o conselho de rasgar a multa - afirmou que apenas tentou acalmar o desembargador. O Tribunal de Justiça de São Paulo determinou a apuração imediata dos fatos. Requisitou a gravação original do vídeo e informou que vai ouvir os guardas municipais e o desembargador o mais breve possível. O tribunal afirmou ainda que não compactua com atitudes de desrespeito às leis, regramentos administrativos ou de ofensas às pessoas.

Continua depois da publicidade

Na noite deste domingo (19), o corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, determinou que o procedimento instaurado no Tribunal de Justiça de São Paulo seja encaminhado ao Conselho Nacional de Justiça. Em sua decisão, o ministro entendeu que dessa forma evita-se a duplicidade de apurações.

Veja a reportagem: 

Continua depois da publicidade

Por favor, clique aqui e se inscreva no nosso canal no YouTube. Precisamos fortalecer nossa luta contra o governo fascista de Bolsonaro.

Continua depois da publicidade

Seja um apoiador do nosso trabalho. Contribua com uma assinatura mensal de R$9,90 CLICANDO AQUI. Vamos fortalecer nossa luta contra esse governo corrupto e genocida. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias