Quarta, 05 de Agosto de 2020
51993949307
Geral MP

MP dá 10 dias para o governo explicar dossiê contra servidores antifascistas

579 servidores estavam na mira do Ministério da Justiça

28/07/2020 16h17
Por: Folha Fonte: Conversa Afiada
Arquivo Web
Arquivo Web

O procurador regional dos Direitos do Cidadão Enrico Rodrigues de Freitas estabeleceu o prazo de 10 dias para que a Secretaria de Operações Integradas (Seopi), subordinada ao Ministério da Justiça, preste informações sobre a produção de relatórios sigilosos sobre opositores de Jair Bolsonaro.

Entre eles, está um dossiê contra 579 servidores federais e estaduais da área de segurança e professores identificados como integrantes do "movimento antifascismo".

Continua depois da publicidade

A Seopi foi criada na gestão de Sergio Moro para, supostamente, integrar operações policiais contra o crime organizado, redes de pedofilia, homicidas e crimes cibernéticos. Com a substituição de Moro por André Mendonça, porém, a secretaria ganhou novas atribuições, segundo reportagem do Estadão.

Após tomar posse, Mendonça nomeou um delegado da Polícia Civil do Distrito Federal para comandar a secretaria e, cerca de um mês depois, teria solicitado uma investigação completa de movimentos que poderiam colocar em risco a "estabilidade política do atual governo".

Continua depois da publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias