Quarta, 05 de Agosto de 2020
51993949307
Geral Jornal Nacional

Vídeo - Jornal Nacional tem acesso ao depoimento de Flávio Bolsonaro e escancara complicações do senador

Flávio Bolsonaro prestou depoimento para o Ministério Público Federal na semana passada em um inquérito que investiga o suposto vazamento da operação da Polícia Federal que atingiu o ex-assessor do senador Fabrício Queiroz. Assista ao vídeo no final da matéria.

01/08/2020 09h32
Por: Redação Fonte: G1
Vídeo - Jornal Nacional tem acesso ao depoimento de Flávio Bolsonaro e escancara complicações do senador

O Jornal Nacional teve acesso ao vídeo do depoimento do senador Flavio Bolsonaro (Republicanos-RJ) no inquérito que investiga o suposto vazamento da operação da Polícia Federal que atingiu Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador.

Flavio Bolsonaro prestou depoimento ao Ministério Público Federal do Rio de Janeiro no dia 20 de julho. O procurador Eduardo Benonesal, do Rio, ouviu Flavio na investigação sobre o suposto vazamento da Operação Furna da Onça, da Polícia Federal.

Continua depois da publicidade

A operação revelou movimentações financeiras suspeitas em gabinetes da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, inclusive de Fabrício Queiroz. Flavio Bolsonaro não era investigado.

O procurador mostrou a Flavio trechos de depoimentos já prestados anteriormente. O primeiro foi o de Paulo Marinho, revelado pelo Jornal Nacional na semana passada. Marinho explicou que em um encontro na casa dele, o advogado Victor Granado, amigo de infância de Flavio Bolsonaro, contou como tudo teria acontecido.

Continua depois da publicidade

Ele disse que o vazamento partiu de um delegado da PF, que teria adiantado que a operação atingiria pessoas ligadas a Flavio. O senador se irritou ao ver o vídeo.

"Vou ter que ficar ouvindo isso aqui cinco horas? Não vou aguentar, com todo o respeito, doutor", afirmou.

Em seguida, Flavio Bolsonaro confirmou que pediu uma reunião com Paulo Marinho no dia 13 de dezembro de 2018 na casa do empresário, no Rio. E que foi aconselhado a fazer isso pelo pai, o então presidente eleito Jair Bolsonaro.

Continua depois da publicidade

Flavio admitiu que o motivo foi o noticiário sobre as movimentações financeiras de Fabricio Queiroz, seu ex-assessor. Mas afirmou que queria apenas a indicação de um advogado.

Assista ao vídeo:

Continua depois da publicidade

Por favor, clique aqui e se inscreva no nosso canal no YouTube. Precisamos fortalecer nossa luta contra o governo fascista de Bolsonaro.

Seja um apoiador do nosso trabalho. Contribua com uma assinatura mensal de R$9,90 CLICANDO AQUI. Vamos fortalecer nossa luta contra esse governo corrupto e genocida. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias