Quarta, 30 de Setembro de 2020
51993949307
Geral Damares

Damares tira membros de movimento negro de conselho após entidade pedir impeachment de Bolsonaro

O ministério disse que destituiu os integrantes porque algumas das organizações que eles representavam estariam no 4º mandato consecutivo junto ao conselho, o que, segundo o ministério, não seria permitido.

14/08/2020 10h53
Por: Folha Fonte: DCM
Arquivo web
Arquivo web

Um dia depois de a entidade Coalizão Negra por Direitos protocolar um pedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro, a ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves, cancelou os mandatos de sete pessoas filiadas a entidades que integram a Coalizão e que faziam parte de um conselho vinculado à pasta. Questionado, o ministério disse que destituiu os integrantes porque algumas das organizações que eles representavam estariam no 4º mandato consecutivo junto ao conselho, o que, segundo o ministério, não seria permitido.

Na quarta-feira, a Coalizão Negra de Direitos protocolou um pedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro em razão da morte de mais de 100 mil pessoas vítimas da Covid-19. A Coalizão é um movimento composto por mais de 100 outras entidades que representam o movimento negro em diversos estados do país.

Continua depois da publicidade

Nesta quinta-feira, o Diário Oficial da União publicou uma portaria assinada pela ministra Damares Alves anulando as designações de diversas pessoas ligadas a movimentos que integram a Coalizão para o Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial.

O conselho tem seus integrantes escolhidos a cada dois anos por meio de seleção junto à sociedade civil. Em dezembro de 2018, os integrantes do conselho foram designados para um mandato de dois anos referente ao biênio entre 2019 e 2020.

Continua depois da publicidade

(…)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias