Sexta, 25 de Setembro de 2020
51993949307
Política Rachadinha

MP detectou R$ 2,7 milhões em rachadinha no caso Flávio Bolsonaro

Ministério Público encerrou no último dia de agosto o trabalho dos promotores

11/09/2020 19h05
Por: Redação
Arquivo
Arquivo

Após 762 dias de investigação, o Ministério Público encerrou no último dia de agosto o trabalho dos promotores para debelar o emaranhado de transações que ocorriam no gabinete do ex-deputado estadual e atualmente senador, Flávio Bolsonaro.

Foram identificados nos negócios pessoais do filho 01 do presidente Jair Bolsonaro, pelo menos, R$ 2,7 milhões em dinheiro vivo. Segundo o MP, tais valores foram drenados após diversos saques em espécie feitos por assessores, que nem sequer prestavam serviço de fato, e repassados para Fabrício Queiroz, apontado como operador do esquema.

Continua depois da publicidade

A mesma turma de investigadores do Grupo de Atuação Especializada no Combate à Corrupção (GAECC) que cuidou do caso Flávio agora irá se dedicar ao gabinete do vereador Carlos Bolsonaro, suspeito de também ter se beneficiado do esquema chamado de “rachadinha”.

Por favor, clique aqui e se inscreva no nosso canal no YouTube. Precisamos fortalecer nossa luta contra o governo fascista de Bolsonaro.

Continua depois da publicidade

Ajude nossa luta contra Bolsonaro, é só R$5 por mês. CLIQUE AQUI.

Continua depois da publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias