Quarta, 28 de Outubro de 2020
51993949307
Política Eleições

Mulher que protestou contra aborto de menina estuprada vai concorrer como vereadora em chapa “inclusiva”

Ela está em uma chapa coletiva de mulheres chamada “covereadoras inclusivas”

28/09/2020 20h07
Por: Redação Fonte: DCM
Terezinha Nunes no protesto criminoso. Foto: Reprodução
Terezinha Nunes no protesto criminoso. Foto: Reprodução

Entre os extremistas que protestaram em frente ao hospital em que a menina de 10 anos que foi estuprada pelo tio fazia aborto estava a ex-deputada estadual Terezinha Nunes.

Ela justificou que foi ao hospital conversar com os médicos e com a família da menina, mas foi impedida por um “grupo abortista”:

“Estive lá para discutir a questão com a família e a equipe médica, mas um grupo abortista fez tanto barulho e até me atacou verbalmente”.

Agora, a extremista vai concorrer ao cargo de vereadora no Recife (PE).

Ela está em uma chapa coletiva de mulheres chamada “covereadoras inclusivas”

Por favor, clique aqui e se inscreva no nosso canal no YouTube. Precisamos fortalecer nossa luta contra o governo fascista de Bolsonaro.

Ajude nossa luta contra Bolsonaro, é só R$5 por mês. CLIQUE AQUI.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias