Sábado, 24 de Outubro de 2020
51993949307
Política Julgamento

TJ marca para dia 15 de novembro julgamento da ação que condenou Salles

Acusado de fraude em zoneamento ambiental em São Paulo, ministro do Meio Ambiente recorreu de condenação por improbidade administrativa

11/10/2020 21h04
Por: Redação Fonte: Brasil 247
Arquivo
Arquivo

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) definiu para a próxima quarta-feira o julgamento do recurso em segunda instância do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, contra sua condenação em dezembro de 2018 por improbidade administrativa. A informação é do portal Direito da Ciência. 

Salles é ex-secretário do governador Geraldo Alckmin (PSDB) e foi condenado poucos dias depois de ter sido escolhido pelo entãoeleito Jair Bolsonaro para seu ministério. Em sua sentença de primeira instância de 19 de dezembro de 2018, o juiz Fausto José Martins Seabra, da 3ª Vara da Fazenda Pública de São Paulo, julgou procedente a ação civil pública e de improbidade administrativa ajuizada pelo MPSP, condenando Salles. 

Continua depois da publicidade

O Ministério Público de São Paulo (MPSP) o acusou de ter alterado ilegalmente, em 2016, quando era secretário estadual do Meio Ambiente de São Paulo, o Plano de Manejo da Área de Proteção Ambiental da Várzea do Rio Tietê (APAVRT) para beneficiar indústrias.

Por favor, clique aqui e se inscreva no nosso canal no YouTube. Precisamos fortalecer nossa luta contra o governo fascista de Bolsonaro.

Continua depois da publicidade

Ajude nossa luta contra Bolsonaro, é só R$5 por mês. CLIQUE AQUI.

Continua depois da publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias