Quinta, 26 de Novembro de 2020
51993949307
Geral Flávio Dino

Dino diz que governadores vão acionar Congresso e Judiciário para garantir acesso a vacinas

A vice-líder da Minoria na Câmara, Jandira Feghali (PCdoB), prometeu ingressar com ação judicial na tarde desta quarta-feira

21/10/2020 15h31
Por: Folha Fonte: Revista Forúm
Gilson Teixeira
Gilson Teixeira

Governadores reagiram nesta quarta-feira (21) à declaração do presidente Jair Bolsonaro descartando a compra de 46 milhões de doses da Coronavac, a vacina da chinesa Sinovac contra o coronavírus. Gestores de diversos estados criticaram a posição do presidente, que vai de encontro ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e ao governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

“Não queremos uma nova guerra na Federação. Mas com certeza os governadores irão ao Congresso Nacional e ao Poder Judiciário para garantir o acesso da população a todas as vacinas que forem eficazes e seguras. Saúde é um bem maior do que disputas ideológicas ou eleitorais”, declarou Dino no Twitter.

Continua depois da publicidade

Ele ainda ironizou o papel geopolítico que Bolsonaro tem cumprido. “Será que ele não quer jogar War ou videogame com [Donald] Trump? Enquanto jogasse, ele não atrapalharia os que querem tratar com seriedade os problemas da população”, criticou

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), também reagiu, elogiando Pazuello. “Estamos em guerra contra a covid, que já matou mais de 150 mil no Brasil. O presidente não pode desmoralizá-lo e desautorizá-lo nesta luta. Minha solidariedade ao ministro”, declarou.

Continua depois da publicidade

Segundo informações do portal Uol, também se manifestaram contra o presidente os governadores de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), do Piauí, Welington Dias (PT), do Ceará, Camilo Santana (PT), do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), e do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB).

A deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ) anunciou que o PCdoB e outros partidos vão entrar com ação na justiça. “PCdoB, junto de outros partidos, ingressará na Justiça para garantir que o Brasil tenha as vacinas contra covid-19 quando disponíveis no mercado, como a da China. É criminoso Bolsonaro jogar com a saúde da população e impor um debate ideológico”, declarou no Twitter.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias