Sexta, 27 de Novembro de 2020
51993949307
Geral Pedro Cardoso

Pedro Cardoso sobre Trump e Bolsonaro: “Quem ama Deus não se vale Dele para chegar ao poder”

“Fico atônito por haver quem creia que Donald e Bolsonaro de fato creiam em deus”, escreveu o ator

07/11/2020 17h53
Por: Redação Fonte: Revista Fórum
Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

O ator Pedro Cardoso postou, em sua conta do Instagram, neste sábado (7), vídeo do então secretário de Cultura do governo Bolsonaro, Roberto Alvim, onde reproduz sua fala: “…profunda ligação com Deus…”. O ator disse então se tratar “do mais autêntico sec. de cultura de Messias, o falso messias”.

Para Cardoso, “Trump também se agarra na Bíblia sem jamais ter tido fé alguma em nada. Jair foi “batisado” por um autoproclamado pastor hoje preso. Fico atônito por haver quem creia que Donald e Bolsonaro de fato creiam em deus”.

Continua depois da publicidade

Ao final do texto, o ator diz ainda: “Quem ama Deus com sincera fé não se vale dele para chegar ao poder. Deus não é assunto para a política. Política deve ser atividade laica por respeito a fé diversa de todos e a fé apenas na razão de alguns. Nosso inimigo maior não é Messias; é crer em messiânicos políticos profissionais”.

Confira a postagem:

Continua depois da publicidade

 

 

 

Continua depois da publicidade

 

Continua depois da publicidade

 

Continua depois da publicidade

Ver essa foto no Instagram

Continua depois da publicidade

 

Continua depois da publicidade

 

 

Continua depois da publicidade

 

Continua depois da publicidade

 

 

Continua depois da publicidade

 

 

Continua depois da publicidade

 

Continua depois da publicidade

Bom dia. “...profunda ligação com Deus...”; disse Alvin, o mais autêntico sec. de cultura de Messias, o falso messias. Trump tb se agarra na bíblia sem jamais ter tido fé alguma em nada. Jair foi “batisado” por um autoproclamado pastor hoje preso. Fico atônito por haver quem creia que Donald e Bolsonaro de fato creiam em deus. Eu acho lindo a fé de alguém mas acho estranho que esse alguém nada tenha além de fé. Até para crer é preciso conhecer. Eu creio que não existe deus, muito menos um Deus criador do mundo e da vida. Somos, creio, causa do acaso. E vejo nisso a nossa beleza. Mas a finitude da existência de cada um parece ser insuportável para todos; e supõe-se então dimensões espirituais; entre elas, a de um Deus único. Mal algum haveria, eu acho, ñ fosse os menos crentes de nós se fazerem passar por serem os mais íntimos de Deus para assim se declarem serem os escolhidos para nos governar. Eles se apossam das tendências mais fanáticas das religiões para, no extremo, decapitarem seus discordantes. Bannon, um dos gurus dos Bolsonaros, pediu a decapitação de conselheiros de saúde do governo. Decapitação! Foi banido do twitter, já tardiamente. Está nos jornais de hoje. Trump deve cair nos EUA. E deverá responder por seus crimes. No brasil, nossa oposição a Messias deve ser oposição ao fundamentalismo religioso dos falsos crentes. Mas, acovardados em nosso próprio medo de ñ haver deus, nós, timidamente, hesitamos. Digo sem medo: deus me acolherá em sua amizade caso eu esteja errado ao negar-lhe a existência. E terei sido uma pessoa boa se eu viver pelo bem comum sem esperar pelo prêmio do seu acolhimento na vida eterna. Por ñ crer respeito a fé de quem crê no q queira. Quem ama deus com sincera fé não se vale dele para chegar ao poder. Deus ñ é assunto para a política. Política deve ser atividade laica por respeito a fé diversa de todos e a fé apenas na razão de alguns. Nosso inimigo maior não é Messias; é crer em messiânicos políticos profissionais. Nem Jesus quis ser político embora fosse um revolucionário. Jesus, como entendo, ñ desejou o Poder. Ele propôs a felicidade da comunhão.

Uma publicação compartilhada por Pedro Cardoso (@pedrocardosoeumesmo) em

Por favor, clique aqui e se inscreva no nosso canal no YouTube. Precisamos fortalecer nossa luta contra o governo fascista de Bolsonaro.

Ajude nossa luta contra Bolsonaro, é só R$5 por mês. CLIQUE AQUI.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias