Sábado, 23 de Janeiro de 2021
51993949307
Geral Rio Grande do Sul

Vereador negro se recusa a cantar “hino racista” em Porto Alegre

O parlamentar do PSol permaneceu sentado durante a execução do canção símbolo do estado e foi criticado por colega

02/01/2021 21h16
Por: Redação Fonte: Metrópoles
Vereador Matheus Gomes se recusa a cantar hino racista, em Porto Alegre
Vereador Matheus Gomes se recusa a cantar hino racista, em Porto Alegre

Ao tomar posse no cargo de vereador em Porto Alegre, Matheus Gomes (Psol), historiador e negro, se recusou a cantar o hino do Rio Grande do Sul durante cerimônia nessa sexta-feira (1º/1).

A recusa se deu pelo que ele considera um conteúdo racista da composição, que foi oficializada como símbolo do estado em 1966.

Continua depois da publicidade

A atitude do vereador acabou provocando reação da vereadora Comandante Nádia (DEM), ainda durante a posse. Ao discursar, a vereadora, que é branca, defendeu que seu colega cometeu uma descompostura ao não se levantar durante a execução do hino e que ele deveria primeiro respeitar os símbolos oficiais do Estado.

Após a fala da parlamentar, o vereador pediu uma questão de ordem e afirmou:

Continua depois da publicidade

“Nós, como bancada negra, pela primeira vez na história da Câmara de Vereadores, talvez a maioria daqui que já exerceram outros mandatos não estejam acostumados com a nossa presença, não temos obrigação nenhuma de cantar um verso que diz: ‘povo que não tem virtude acaba por ser escravo’”, defendeu-se.

Uma das estrofes da canção composta por Francisco Pinto da Fontoura, conhecido com o Chiquinho da Vovó, canta: “Mas não basta, pra ser livre/Ser forte, aguerrido e bravo/Povo que não tem virtude/Acaba por ser escravo”.

Continua depois da publicidade

A recusa do vereador também recebeu apoio nas redes sociais.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias