Quinta, 24 de Junho de 2021
51993949307
Opinião Artigo

Drauzio Varella: 'Bolsonaro é o responsável pela disseminação da pandemia'

Em artigo, médico destacou que o crime de disseminação pode dar 15 anos de prisão e levar o presidente ao impeachment

31/01/2021 22h12
Por: Redação Fonte: Jornal O Estado de Minas
O médico Drauzio Varella voltou a criticar as ações do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no combate ao coronavírus.
O médico Drauzio Varella voltou a criticar as ações do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no combate ao coronavírus.

Em artigo publicado neste domingo (31/1) pelo jornal Folha de S. Paulo, o médico culpou o chefe do Estado pelo crime de disseminação de epidemia, que pode dar 15 anos de prisão e levá-lo ao impeachment.

Em um dos trechos, o médico ressaltou as medidas rígidas que alguns países adotaram para reduzir a movimentação nas cidades e a importância do uso de máscaras protetoras quando a doença semeou o terror nas UTIs da Itália em fevereiro. Em seguida, elencou o contraste das ações de Bolsonaro.

Continua depois da publicidade

"No Brasil, o presidente da República contraindicou com veemência essas recomendações. O argumento foi o de que elas destruiriam a economia e matariam de fome um número maior de brasileiros, do que a doença seria capaz de fazê-lo", escreveu.

Em um dos trechos do artigo, o médico ressaltou as medidas rígidas que alguns países adotaram para reduzir a movimentação nas cidades (foto: Reprodução )

Continua depois da publicidade

Drazio ressaltou, porém, que chegou a considerar a possibilidade de que o empenho presidencial na defesa de estratégias para manter os empregos pudesse ter alguma lógica, mas se enganou.   

"Hipótese abandonada quando o vi pela primeira vez sem máscara promovendo aglomerações, para delírio de apoiadores fanáticos. Se estivesse interessado em proteger a economia, de fato, qual o sentido de incentivar a adoção de comportamentos que disseminam o vírus? Por que razão não diria aos brasileiros: saiam de casa para trabalhar, mas usem máscara e evitem aglomerações?", destacou. 

E continuou... 

Continua depois da publicidade

"Para enfrentar o medo de contrair o vírus repetiu à exaustão que não deveríamos acreditar nas “conversinhas” dos jornalistas, que a doença só matava os “bundões”, que deixássemos de ser “maricas” e que contávamos com a cloroquina, remédio milagroso quando administrado nas fases iniciais da doença. Não faltaram médicos que não têm o hábito de estudar ou formação científica suficiente para avaliar a qualidade dos trabalhos publicados, para lhe dar razão e preconizar a distribuição do inacreditável kit Covid", completou.

O médico destacou ainda a demora para a chegada da vacina contra a COVID-19 ao Brasil e o boicote do presidente à imunização em massa.

"Esse boicote sistemático justifica mais de 220 mil óbitos? Ele é o único culpado? É claro que não, a culpa é de muitos, especialmente dos egoístas estúpidos que se aglomeram sem máscara nos bares e nas festas. No entanto, pela natureza do cargo que ocupa, os absurdos que fala e a indignidade dos exemplos que dá, o presidente da República tem sido o grande responsável pela disseminação da epidemia. Não é por acaso que somos o segundo país com o maior número de mortes", concluiu.

Continua depois da publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias